segunda-feira, 30 de agosto de 2010

astrólogos

um dia disseste-me que a nossa espontaneidade não precisava de horóscopos que nos adivinhassem os dias de amor. mas em alturas de tempestades, eu já acredito em qualquer coisa que me avise o teu próximo passo - sempre diferente, agora.

3 comentários:

RuteRita disse...

Muito obrigada fofinha

Rita disse...

gostei muito
:]

Danii disse...

Também visto o que quero, mas nem sempre quando quero. Liberdade é o que menos me dão, mas isto há-de passar e eu hei-de sobreviver a tudo :) Obrigada, beijinho querida *