terça-feira, 3 de agosto de 2010

expressões


sempre que venho ao campo há qualquer coisa que me abre o apetite artístico. sinto necessidade de me expressar e de criar coisas novas. apetece-me saltar lá para fora e usar os meus dotes de carpinteira, ou apenas ficar frente-a-frente com uma tela. só eu, um pincel e umas poucas tintas. sem contar com os dias em que acordo com uma vontadona de fotografar, e com a esperança de encontrar ângulos novos, que mais ninguém sabe ver. só preciso de me encher de criatividade e de deixar fluir as ideias. depois, é dar asas à imaginação.

4 comentários:

June disse...

tambem me acontece isso nos primeiros dias pelos alentejos. Depois, começo a ficar estúpida e desesperada por sair dali para fora lol.

Um beijinho *

Rute disse...

Gostei

Cátia Mourisca disse...

UM SELINHO NO MEU BLOG PARA TI MINHA QUERIDA*

Joana Santos disse...

também te ofereço o meu selinho :D