domingo, 19 de setembro de 2010

tão pouco

já limpei as nossas fotografias do computador e do meu quarto, já pintei por cima da tua cara nas imagens que colei aos meus cadernos. e eu sabia que jamais as devia ter colado, não ali, nem em lado nenhum. também já rasguei todos os dias vinte e seis da minha agenda, assim como todo o seu conteúdo. já escondi a caixa onde jazem todas as nossas recordações. os bilhetes e as cartas. não sei bem como me hei de desfazer dos desenhos que fizeste à minha família, mas posso viver com isso, até. falta-me a coragem e a ansiedade para tirar os quadros da minha parede. porque vão fazer perguntas. às quais eu não vou saber o que responder. perguntas difíceis, que não quero ouvir. nem sentir, nem saber o que dizer. penso nas respostas e faço desfeitas à minha avó, tentando sempre que ela não perceba porque é que não vais lá almoçar. nunca mais. tento saber o que fazer aos presentes, aos desenhos e às memórias. que não cabem em si de contentes, agora que lhes dou tanto uso. acho que ainda não me mentalizei de (quase) nada. mas também ainda não estou pronta para chorar. ainda.

8 comentários:

Mónica Canteiro disse...

Força! Por muito que seja difícil vais conseguir ultrapassar esta fase da tua vida.
beijinho

June disse...

mas olha que chorar faz bem, limpa a alma e ajuda a levar um bocadinho as coisas más que tens em ti...
Tu consegues arranjar destino para tudo, incluindo para ti.

Um beijinho *

RaquelSousa . disse...

- Tão lindo!
- Á uns tempor fiz exactamente o mesmo.
- Vais chorar, um dia. Mas vai demorar!
- Beijinho.

Diana Bittner disse...

Adorei. A sério. O blog, o texto.
:D

Cheerio disse...

Gostava de ter uma coisa bonita para dizer neste momento, mas não tenho... espero que passe rápido e que encontres uma maneira de ser feliz, pois isso é o mais importante. bjO*

RuteRita disse...

força querida !

Mafalda Marques disse...

Força! :D

Mariana disse...

Força *
(desafio para ti no meu blog)