terça-feira, 30 de novembro de 2010

seize

e depois, há os dias em que acordas a agradecer, almoças a agradecer, deitas-te a agradecer. ainda que o pequeno-almoço não saiba tão bem como parecia, ainda que saias à rua com botas de pano num dia de chuva. agora, ensopares os pés não importa, estares de costas voltadas com a pessoa que mais amas não é tão mau como parece. porque há por aí mais pares de meias secas, feriados para estares apaixonado e destorceres o nariz com quem precisa. deixas de lado os negativismos, as asneiras, as ironias. apercebes-te de que se nasceste, foi para sorrir. que é preciso dares valor às coisas, aprenderes tudo de uma vez, acabares com as promessas. e escreves mais em cima do joelho, fazes mais planos, não desistes de virar tudo do avesso. e o mais importante, é que sabes que dias como estes, são raros - e aproveitas.

3 comentários:

Lady C disse...

Adorei :)

Reparei há uns dias que tinhas cortado o cabelo e agora vi na tua lista "cortá-lo a direito", eu já fiz isso o ano passado, a ti também ficou muito bem :)

Beijinhos

Lady C disse...

Tenho sim, só que quando o cortei ele ficou pelos ombros e ainda agora não chegou ao comprimento que eu quero, está assim assim, mas lá chegará :p

Cátia Mourisca disse...

adorei!