quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

já dizia o provérbio

ninguém sabe como eu gosto de chegar a casa e tirar todos os casacos que o frio lá fora me obriga a vestir, fazer uma bola com a roupa e atirá-la para o armário. deixar tudo para outro dia, as camisolas do avesso, coisas por dobrar, sapatos por endireitar. adoro desleixar-me agora e pensar que faço tudo depois. enrolar-me no meu pijama, nas minhas mantas, ligar o aquecimento, fazer o que deixei pendente até, por fim, me entregar aos lençóis. mesmo sabendo que amanhã, quando acordar com a minha enorme onda de preguiça, me vou sentar à frente das gavetas e pensar: "tanta roupa, e não encontro nada para vestir. se ao menos tivesse tudo arrumado...". mas o que realmente importa nisto tudo, é que me esqueço sempre de como é mau não deixar as coisas prontas, não preparar coisíssima nenhuma. e sei bem que assim, aproveito muito mais o (pouco) tempo que tenho para me sentir bem, sem me preocupar. valham-me os vaipes de organização de quando em vez.

4 comentários:

Cátia Mourisca disse...

adoro!

Cheerio disse...

Eu também faço isso x)

E assim já gosto da teoria! =D
Acredita, gostei mesmo do Workshop, valeu muito a pena. Agora só falta mesmo a máquina. Nas férias de Verão vou trabalhar para isso =)

Cátia Mourisca disse...

obrigada susana :)

Joana disse...

e quando ja não consegues desarrumar mais nada, vens desarrumar as minhas!