segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

de pais diferentes

há a família que nos dão, e há a família que escolhemos ao longo da vida. existem as pessoas que sabem tudo sobre nós, apenas por obrigação; e há aqueles que têm sempre a nossa vida na ponta da língua, porque têm o maior gosto nisso. às vezes, quando o pensamento já vai vago e longo, imagino os meus dias sem vocês. o que seria de mim, se nunca tivesse a oportunidade de escolher em quem mais confiar, se não pudesse olhar para o lado e contar mais uma piada da qual ninguém se ri, procurar-vos quando mais preciso e não estar lá ninguém? encontrar o vosso barco, no meio do oceano e saber que não escolhia mais ninguém para caber nos bancos, mais ninguém para me perder, mais ninguém para partilhar os meus maiores segredos, é suficiente para vos dizer o quanto agradeço todos os dias, sem escapar um que seja, pela oportunidade que tive de vos escolher como irmãs? é muito mais que partilhar o mesmo sangue, é partilhar a mesma história e entender que nada, nem ninguém, podia encaixar de uma maneira mais perfeita.

4 comentários:

Bianca Pessoa disse...

mesmo verdade, adoro *

Danii disse...

que bonito $:

Cátia Mourisca disse...

LINDO1

Joana disse...

PERFEITO ! somos mais que irmãs, nem a minha irmã de sangue me conhece tanto como tu. e adoro que possamos contar tudo de forma tão natural umas às outras. Love you till the End @