sábado, 12 de março de 2011

por aqui recomenda-se

nos dias que correm, pergunto-me frequentemente como é que já consegui viver sem ambientadores. com a quantidade e a qualidade dos perfumes que existem, os óleos essenciais, as pequenas máquinas que libertam fragrâncias, não consigo perceber como é possível resistir a comprá-los todos, e, claro, a deixar a casa com um aroma divinal (que só ela).

1 comentário:

Danii disse...

É verdade :)
Também não vivo sem ambientadores, há uns que são de chorar por mais, quando acabam :o