sábado, 12 de março de 2011

vamos falar de sonhos?

já quis ser professora. mãe a tempo inteiro. dona de casa. cantora. dançarina de baile. artista de cinema. depois passei à fase da estilista. cozinheira. veterinária. a seguir veio a fase da pediatra. da domadora de leões. já quis ser fada. dj. ou uma pessoa qualquer com uma toalha enrolada à cintura que pinta as unhas de preto. da júlia pinheiro e da fátima lopes. bimba. seguiu-se o tempo da medicina, que depressa passou a medicina legal (e que chocava toda a gente a quem dizia o que queria ser). e essa ficou por muito tempo - até me aperceber de que iria demorar uma vida. aproximam-se então outros desejos. quero ser a Meredith Grey. quero ser cirurgiã. plástica. ortopédica. pediátrica. não, quero ser neurocirurgiã. ou jornalista, escritora de crónicas. fotógrafa, era a felicidade. não, neurocirurgiã. gostei desta ideia muito tempo, talvez demasiado, coleccionei resmas de papel, onde estavam impressas muitas horas de pesquisa sobre todo o tipo de doenças do foro neurológico. e as horas que eu passava a decorá-las? sem obrigação, tudo era amor, era correr pela casa e despejar um copo de conceitos em cima das visitas, combinado com um grande aperto de mãos entre sintomas mais comuns e roubar-lhes dois beijos, mas sempre a tagarelar sobre os nomes mais surreais de órgãos do corpo. e toda a gente me demovia, e toda a gente me dizia que era muito tempo, vê lá que as notas são altas, olha que isto é uma vida, tu não queres ter uma família e tempo para ela?, vai para outra coisa. e a verdade é que as notas roçam, mas não tocam. o esforço toca, mas não roça nas notas quando elas mais precisam. eu entorno vontade, mas não chega. então, quero ser tudo e mais alguma coisa: tiro à sorte, é quando der e vier. agora quero ser dentista - parece-me que quero mais, não vou ficar por aqui - e quero especializar-me em cirurgia dentária. é como o meu pai diz: "tu tanto querias ser cirurgiã, que hás-de arranjar maneira de chegar ao cérebro pela boca".

6 comentários:

Ana Gonçalves disse...

O meu sonho é ser cirurgiã também!
:D

Rodrigo. disse...

Já quis ser tanta coisa mas neste momento estou inclinado para a medicina...

Rita disse...

Eu passei a minha infância a sonhar que queria ser veterinária e agora estou num curso totalmente oposto: direito :D

Lady C disse...

Também já quis ser uma Meredith Grey, mas além da falta de controlo nestas mãozinhas desastradas acho que não tinha capacidade emocional para lidar com tais coisas...

Abby Richter disse...

Eu tive, dos 8 aos 15 anos, o sonho de ser actriz xD

Inês disse...

há que lutar pelos sonhos, quando se quer mesmo uma coisa ;) boa sorte