terça-feira, 6 de setembro de 2011

é intocável

às vezes prefiro não saber as coisas que sei: às vezes, gosto mais de fingir que não existem e viver como se nunca me tivesse familiarizado com elas. não aprecio, essa coisa da frontalidade de afectos, falar sobre o que me tira o sono às três da manhã. talvez por saber que o que não me agrada acaba por ser a mais pura das verdades - ai o que custa ouvir as verdades - e que, por vezes - quase sempre -, não posso ter mão naquilo que queria. e eram tantas as coisas... às quais eu queria deitar a mão.

5 comentários:

Palco do tempo disse...

as vezes faz bem ouvi-las... faz-nos seguir em frente :)

Danii disse...

obrigada querida! há coisas que realmente preferiamos não saber, mas que se não soubessemos não poderiamos continuar o nosso caminho :)

Ari* disse...

true story :s

nini disse...

like...

Green disse...

Por vezes é revoltante quando percebemos isso, quando queríamos realmente muito alguma coisa e não conseguimos atingir.