domingo, 2 de outubro de 2011

eu cá gosto de dizer tudo o que sinto

407684101_large
mas há sempre aquelas situações em que quero muito uma coisa, e sei bem que ela está a acontecer. sei, cá dentro, que o mundo se está a mover para que tudo seja como figura na minha cabeça, tal como eu o pintei. mas depois nego, nego e nego. tento expulsar tudo do coração, tento usar a velha filosofia que afirma que quando menos pensamos numa coisa, mais ela se aproxima de nós. porque ao mesmo tempo que tenho a certeza de tudo, ainda que no fundo tenha consciência da verdade (por muitas mentiras que me conte), também sei que se admitir tal coisa, se me atrever a verbalizar ou a pensar que tudo se vai dar, posso estar a arruinar o mais pequeno cordel que esteja a ser puxado no sentido de realizar o meu desejo. é como se diz dos sonhos: quando é um pesadelo, deita cá para fora e ele não se realiza - mas quando é um sonho daqueles, guarda-o para ti e pode ser que, um dia, ele se materialize à tua frente.

6 comentários:

(P.S) Patrícia S. disse...

GOSTO MUITO.

Lady C disse...

Inspirei-te? :p

Lady C disse...

Percebi que sim, e falo daquilo mas aplico-o a tudo. Tal como o que escreveste, é o que penso muitas vezes... :)

Lady C disse...

É, pode ser que sim. Com tudo :)

Abby Richter disse...

Gostei.

Green disse...

Sem dúvida nenhuma, devemos mesmo guardar as coisas boas para nós.