quinta-feira, 24 de novembro de 2011

à chegada

entrar. pousar as mil coisas que trago na mão. suspirar por não estar mais ao frio. tirar casacos. tirar botas. calçar pantufas confortáveis. vestir a manta polar. ligar o ar-condicionado nos 30 ºC. tirar os livros da mala. arrumar a secretária. regar as flores. acender as velas. preparar um lanche, bagels e leite do dia, perfeito. responder a mensagens. ver os e-mails. enfiar a cabeça nos livros, quase desfalecer de sono - mas não poder dormir, que ainda aí vem uma tarde intensiva de estudo. são assim, os dias em que estar em casa sabe a pouco, porque quase não se pode disfrutá-la.

4 comentários:

Green disse...

É super chato quando não podemos aproveitar o tempo à nossa maneira, mas costuma-se dizer que quem corre por gosto não cansa, se calhar isso aplica-se a ti :)

ig disse...

gosto tanto da tua secretáriaaa! eu sinto-me igual, estou num país diferente e não posso usufruir de qse nada, só tiro a tarde de sábado para passear.. this suckss!

Eve disse...

Já sei o que me espera para o ano xD

mary disse...

ahah e eu, que entro no meu quarto do hotel e a primeira coisa que faço é ligar o ar condicionado nos 17 graus?
é engraçado ver como o mundo gira de uma forma diferente para cada um de nós :)