terça-feira, 15 de novembro de 2011

das verdades irrefutáveis

Tumblr_llrp2kl8al1qaox60o1_500_large
desde que me lembro, que gosto de liderar. de mandar, de dar aquele ar de dona do mundo, de nariz empertigado. está-me no sangue. está nos vídeos das minhas actuações de ballet, onde se vêm todos os tutus no lugar certo e só eu a olhar para onde não devo, a falar pelos cotovelos para manter o resto das meninas no sítio. gosto de coordenar os trabalhos de grupo, adoro fazer sempre mais que os outros (apesar de não chegar ao extremo de não os deixar fazer nada). gosto de ensinar, gosto de perceber que há coisas que não se faziam sem mim e adoro incentivar os outros (o que não quer dizer que esteja sempre incentivada). sou sempre eu a decidir o percurso das lojas quando vou às compras, sou sempre eu a escolher o filme no cinema e é rara a vez em que deixo alguma coisa por fazer, lá porque a faço sozinha. gosto de dar tudo a todos, estou constantemente armada em mãe de quem se dá comigo, ofereço tudo o que é facilidades, candidato-me aos trabalhos mais árduos e nunca me queixo. sei como tomar conta da situação, e ainda está para vir o dia em que me vão ver a perder o sorriso por ter muito para riscar da lista de tarefas monstruosamente difíceis. só que há dias e dias, situações e situações... e hoje consegui, finalmente, fazer uma coisa que nunca tinha conseguido: admitir que também preciso de alguém para me liderar, aceitar que não posso fazer tudo e deixar-me levar pela corrente [isto é, quando a situação o permite ou quando já não consigo mexer um dedo que seja].

4 comentários:

mary disse...

eu antes achava que era o oposto... era daquelas que preferia obedecer do que mandar. que me coordenada muito melhor cumprindo funções do que distribuindo. mas desde que aqui cheguei ao brasil que isso nunca mais aconteceu. sou o completo extremo, sei liderar, gosto de o fazer, e sou muito mais competente assim do que cumprindo ordens...
só que já dizem que qualquer extremo é defeito :P

Lady C disse...

Aqui está outra coisa em que somos iguais! Também tenho imenso a mania das "lideranças" e sei que muitas vezes tudo estaria perdido sem mim (ou pelo menos, gosto de pensar assim). este espirito pela faculdade ainda nao se mostrou muito, mas deixa-me pôr mais à vontade que vais ver ;)

Inês disse...

Acredita que aceitares esse facto te faz muito bem. Também sou assim como tu, muito ao estilo do meu signo, e ainda para mais orgulhosa, e fez-me muito bem engolir o orgulho e aceitar que também há quem faça bem e que nos encaminhe... :) por muito que me tenha custado, hoje já sou capaz de ouvir mais e melhor daquilo que os outros têm para me dizer

Green disse...

Ainda bem que há pessoas como tu, eu sou um pouco assim mas talvez não tanto quanto tu, mas acredita que isso é uma grande qualidade, a meu ver.