quinta-feira, 17 de novembro de 2011

para mim

quem é traído e perdoa, não tem auto-estima. mas isto sou só eu, que numa situação dessas gostava suficientemente de mim para afastar isso da minha vida - que mesmo sabendo que dou muitas segundas oportunidades, conheço-me bem que chegue para saber que nunca ia permitir uma coisa que tal.

6 comentários:

Nokas disse...

Seria uma questão bem delicada...

Matilde disse...

Fui traída uma vez, não perdoei e continuei com o relacionamento. Como é óbvio não deu bom resultado. Na segunda vez que fui "traída" fiquei/estou lixada mas como teoricamente não temos nada, não posso ficar. Portanto, perdoei. Tenho baixa auto-estima, e ele sabe disso.

Rita disse...

Foi o que eu "fiz".
Gosto mais de mim e tenho mais respeito por mim do que por qualquer outra pessoa, porque se não for assim, como é que é?

Green disse...

Estou contigo nessa, posso perdoar muita coisa, mas nunca perdoaria alguém que me traísse, aliás, para mim isso não tem perdão.

Tânia Gil disse...

Uma traição, para mim, é imperdoável. Não seria capaz de anular o meu amor-próprio e continuar a partilhar uma relação com alguém que me tivesse traído.

▼ Danii disse...

Sei bem como é.. somos humanas, erramos, mas também chegamos ao nosso limite, e traição é uma coisa que não me entra!