domingo, 8 de janeiro de 2012

serenity

Picnik+collageuuu_large
não sei se é da minha colcha nova, dos meus lençóis acabados de chegar da loja, aqueles em cetim roxo tão bonitos. não sei se é do perfume que o meu quarto emana, se das velas de framboesa que faço questão de deixar arder sem intervalos. não percebo se vem de mim, se de fora, se da música que toca baixinho no rádio. não sei se é de ser fim-de-semana e saber que não vai acabar tão cedo, apesar do estudo. não sei do que é, juro. mas tudo o que eu sei, é que quero fazer mais do que me deixa assim. quero os meus dias a saber a isto, mesmo que isso signifique ter de pôr papel de parede cor-de-rosa nas paredes todas as tardes, comer os meus scones preferidos, correr para a minha cama e saltar para cima das almofadas, estudar uma hora seguida à noite porque é sempre a esta hora que me concentro. quero fazer mais por mim, sair mais vezes do sofá confortável e fundo e sentar-me em cadeiras duras, só para saber a sorte que tenho. conquistar novos confortos, deixar arder outras velas, percorrer outros quilómetros e perceber que nada disto vai desiludir ninguém, se eu ficar feliz.

8 comentários:

mary disse...

temos que fazer mais do que nos faz feliz!

Green disse...

Se tudo isso te faz feliz, então continua assim, porque a felicidade é a melhor coisa da vida e devemos aproveitar os bons momentos o melhor que sabemos.

Rita disse...

Se é o que é preciso para te sentires bem, porque não? ;)

mari disse...

fazer sempre aquilo que te faz feliz é a própria felicidade :)
**

Lady C disse...

Eu percebo o que queres dizer, mas também acho que temos que saber admitir que estamos mal quando estamos mesmo não que isso signifique que temos que descarregar todos os nossos dramas em cima de toda a gente, como não quer dizer que não podemos deixar de sorrir...

Tânia Gil disse...

é óptimo quando nos sentimos bem e confortáveis no nosso espaço :)
adoro a imagem, posso 'roubar' ? *

susana disse...

Claro que sim, Tânia :)

JM disse...

este texto está espectacular!! adorei*