sábado, 19 de maio de 2012

O que é que se faz

quando, finalmente, se descobre tudo?* Quando todas as falhas começam a fazer sentido e as peças a caber nos espaços, nas incertezas passadas? Erguemos a cabeça, deixamo-nos de perguntas, textos ou divagações parvas e seguimos na direção oposta, com o tanto que a vida nos está a dar agora. Acabou-se o procurar o que não devo, para encontrar o que não quero. A partir de agora, para a frente é que é o caminho.

[*e não nos sentimos mal ou enganadas, mas sim aliviadas.]

2 comentários:

Danii disse...

Ando mais afastada do blog do que queria, já tinha saudades de saber de ti, do que escreves.
Tenho de arranjar uma hora por dia para visitar os melhores blogs, e já agora, publicar no meu :)

Green disse...

É isso mesmo, para a frente! :)*