quarta-feira, 26 de outubro de 2011

a ironia do tempo

Tumblr_ls8f7wwbve1qc3c6ko1_500_large
dizem que quando se ama se tem sempre tempo. nem que um autocarro chegue duas horas atrasado, tem-se sempre tempo. nem que uma aula seja alargada até mais tarde, tem-se sempre, sempre tempo. nem que eu saia à hora que tu entras, tem-se sempre tempo. estamos cansados e temos de estudar? tem-se sempre tempo, para o amor pode-se, em qualquer altura, desligar do mundo lá fora e recolher ao que escolhemos para ser uma das certezas da vida. e o meu erro, o que tenho cometido com mais frequência, é dizer-te sempre que não tenho tempo (eu tenho-o, mas muito pouco). porque tem-se sempre tempo para o amor. o pior é quando ele não tem tempo para apanhar o último comboio que pára perto da nossa casa. o pior, é quando se tem sempre tempo para o mal, e se deixam as melhores coisas (o amor nem sempre tem tempo para esperar na estação) penduradas e sem a boleia que lhes devíamos ter oferecido.

5 comentários:

Lady Me disse...

Há momentos assim complicados. Mas nem que seja um minuto, deve-se tentar estar lá. Ando assim, horários sempre incompatíveis, ontem lá fui eu de carro, encontrá-lo pelo caminho, encostei, dei-lhe três ou quatro beijinhos (um minuto? ou nem isso :( ) e fomos à nossa vidinha... É complicado, mas acredito que o tempo vai voltar a existir. Têm é que ser os dois a lutar por esse minuto.


Beijinho*

:)

Lady C disse...

Quando se quer mesmo estar, arranja-se sempre maneira, ou, pelo menos, tenta-se!

Lady C disse...

isso também é normal, ainda para mais agora no início desta nova fase da nossa vida. é ter paciência, de ambas as partes e esperar que as coisas acalmem, porque se aguentarem esta nova fase, de certeza que as coisas vão ser melhores depois [e não vale a pena haver discussões por isso]. :)

Abby Richter disse...

tem-se sempre tempo, é verdade

Green disse...

Tens razão sim, o amor tem tempo e espera, mas não espera para sempre. Temos de arranjar uma forma de ganhar tempo para ele.